O leite materno é um dos alimentos mais completos que existe. Ele é constituído de todos os nutrientes que o bebê precisa, como anticorpos, água e várias outras substâncias necessárias para a nutrição do bebê. Além de ser benéfico como alimento, a amamentação é um momento muito especial tanto para a mãe quanto para a criança.

Quer saber quais são os principais benefícios do leite materno? Veja neste artigo 7 motivos para amamentar até os 2 anos de idade. Veja também todas as recomendações do Ministério da Saúde sobre a amamentação.

Considerações sobre leite materno e amamentação

Em 2019, o Ministério da Saúde divulgou seu mais novo Guia Alimentar Para Crianças Brasileiras Menores de 2 Anos. Neste guia, o ministério inclui considerações importantes sobre o leite materno e instruções sobre a amamentação.

Até o momento, as recomendações são de que as crianças se alimentem exclusivamente de leite materno até os 6 meses de vida e continuem sendo amamentadas até os 2 anos ou mais, caso seja possível. Amamentar até os 2 anos ou mais não é algo muito comum para a sociedade moderna, porém, os benefícios do leite materno fazem com que essa seja uma recomendação muito válida e importante para a sociedade.

Sobre o leite materno, o Ministério da Saúde avaliou em seu guia que ele é único e inigualável. Isso porque ele possui tudo que a criança precisa e é adaptado de acordo com as necessidades da criança.

Benefícios do leite materno para a criança

O leite materno proporciona a nutrição necessária para o bebê se desenvolver, crescer e fortalecer seu sistema imunológico. Ele é extremamente importante até os 6 meses de vida, e continua desempenhando um papel relevante para crianças que mamam até os 2 anos ou mais. Isso porque esse alimento oferece uma série de benefícios para a criança. Veja a seguir quais são os principais benefícios:

  1. Nutre o bebê por completo: esse alimento é produzido pela mulher de forma equilibrada, o que significa que ele possui todas as quantidades necessárias de proteínas, gorduras, carboidratos e água.
  2. Facilita a digestão: nos primeiros meses de vida, o bebê não possui todo seu sistema digestivo bem desenvolvido. Nesse quesito, o leite materno é o alimento que oferece a melhor digestão para os bebês, assim como aproveitamento dos nutrientes.
  3. Reduz cólicas: por ser de fácil digestão, ele evita problemas como gases e cólicas intestinais.
  4. Previne anemias: as anemias estão entre as doenças mais preocupantes para crianças pequenas. Quando amamentadas por muito tempo, as crianças tendem a ter um menor risco de desenvolver esse tipo de doença, já que esse alimento é rico em ferro, vitamina B12 e ácido fólico.
  5. Evita diarreia: por conter bactérias benéficas para o intestino, o leite materno cria uma barreira protetora que ajuda na digestão e promove a regulação do intestino.
  6. Contribui para o desenvolvimento do sistema nervoso: considerando que o leite materno é rico em uma gordura chamada de DHA, ele é fundamental para o desenvolvimento do sistema nervoso. Essa gordura proporciona a formação de neurônios, possibilita o aprendizado e contribui para a memória.
  7. Fortalece o sistema imunológico: quando o bebê nasce ele não possui todos os anticorpos necessários para combater as doenças mais comuns como pneumonia, asma, gripes, entre outras. Por isso, o leite materno entra em ação oferecendo os anticorpos que a própria mãe produz para o bebê.
  8. Previne a obesidade: há diversos estudos que relacionam a amamentação com a prevenção da obesidade infantil. Isso porque o leite materno tem uma ação anti-inflamatória que contribui para uma infância com menos risco de obesidade.
  9. Previne alergias: estudos mostram que bebês alimentados exclusivamente com leite materno até os 6 meses de vida possuem uma menor chance de apresentar alergias alimentares a diversos alimentos como leite de vaca, peixes, mariscos, soja, glúten, amendoim, ovo, entre outros.
  10. Evita doenças na vida adulta: crianças que foram amamentadas possuem menos riscos de desenvolver doenças comuns devido aos anticorpos adquiridos durante a amamentação. O leite materno promove aumento da imunidade na infância e seus benefícios são observados na vida adulta também.

7 motivos para amamentar até os 2 anos ou mais

Os benefícios do leite materno e da amamentação fazem com que esse ato de nutrição, amor e muito carinho seja importante para a criança, mãe, sociedade e até mesmo o planeta.

  1. Faz bem à saúde da criança: o leite materno protege a criança contra diversas doenças, infecções e problemas de saúde. Além disso, o movimento de sucção é muito importante para desenvolvimento do bebê.
  2. Faz bem à saúde da mulher: já foi comprovado que diversas doenças como câncer de mama, de útero, de ovário e diabetes do tipo 2 tiveram redução nas chances de serem desenvolvidas em mulheres que já amamentaram.
  3. Faz bem à sociedade: com menos crianças doentes, há menos gastos para preservar a saúde. Ou seja, quando a criança adoece há muitos gastos que nem sempre são lembrados, como a perda de produtividade no trabalho por causa de faltas, entre outros. Além disso, esse alimento proporciona os nutrientes necessários para formar adultos muito inteligentes, que de certa forma poderá contribuir com a sociedade.
  4. É econômico: amamentar não gera nenhuma despesa, pois o leite é produzido pela mãe e oferecido diretamente à criança. Isso nem se compara aos custos de comprar qualquer tipo de leite ou fórmulas infantis.
  5. Promove o vínculo afetivo: é um momento de aproximação da mãe e do bebê, proporcionando maior vínculo afetivo entre eles.
  6. É sustentável: amamentar diminui os impactos na natureza, pois dispensa a utilização do leite industrializado, que é um dos principais recursos extraídos da natureza que resulta em problemas para o meio ambiente.
  7. Não precisa de preparo: o leite materno dispensa qualquer preparação, por isso, ele pode ser oferecido a qualquer momento. Ou seja, é muito mais fácil amamentar do que preparar fórmulas infantis a todo momento.

Viu só porquê amamentar é tão importante? Veja também aqui no blog como se preparar para amamentar e outros artigos sobre alimentação infantil.